Você cuida da saúde da sua carreira ou só remedeia?

Assim como acontece com nossa saúde física, existe uma gigante diferença entre cuidar da saúde da nossa carreira ou apenas remediar quando apertar. O que pode sair bem caro.

Você também já deve ter ouvido falar que é muito melhor cuidar agora do que ter que correr atrás da saúde quando não a tiver, né? (A menos que já esteja correndo atrás, aí muda o tempo verbal pra “você deveria ter…”).

Nós somos seres acomodados.

Se está dando certo, nós não mexemos. Somos vítimas do “se o time tá ganhando vou mexer pra que?”. Claro, às vezes faz muito sentido não mexer no time, se ele está ganhando e ao mesmo tempo não parou de evoluir, então pra que mexer? Mas se parou de evoluir…

Bom, voltando à nossa analogia proposta, somos acomodados e cheios de desculpas:

Desculpas do DESAPEGO:
– “Vou pra academia pra que se eu tô bem assim, gosto do meu tanquinho e da ‘Samanta‘, ‘esSamanta‘ de gordura”.
– “Comer saudável? Tem que aproveitar, a vida tem sabor!”.
– “Ahhh, vou beber sim, se fosse pra ficar bão tomava remédio”.

Desculpas do É CARO DEMAIS:
– “Ah, essas comidas saudáveis são muito caras. Comer fruta é caro pra caramba.”
– “Academia? Tá maluco, já viu o preço? Dá pra tomar cerveja o 2 meses…”

Desculpas do NÃO TENHO TEMPO:
– “Ah, não tenho tempo pra ir na academia não, minha vida é corrida demais”
– “Não dá tempo de caçar esses produtos natureba aí, vou pegando o que vejo mais fácil mesmo, miojão e tal”.

Até que… a saúde cobra, os remédios vem, a conta da farmácia é muito maior do que seria a do supermercado e da academia e, de repente você se vê enroscado com a saúde super debilitada sem poder fazer mais nada. Nem trabalhar.

E quando falamos de trabalho e carreira, não é diferente.

Continuamos acomodados e continuamos dando – as mesmas – desculpinhas.

Desculpas do DESAPEGO:
– “Pra que procurar emprego, procurar um curso, novos conhecimentos ou me desenvolver de alguma forma se está bom assim? Não quero mais responsabilidade e mais trabalho mesmo…”

Desculpas do É CARO DEMAIS:
– “Pós é cara”. “Esse curso também”. “Coaching também”. “Até esse cursinho online aqui dessa coisa super legal é caro, prefiro continuar comprando sapatos novos “.
– “Ah não, o bônus de fim de ano já tá direcionado aqui, num tenho dinheiro pra isso não”.

Desculpas do NÃO TENHO TEMPO:
– “Mestrado, tá maluco? Toma um tempo danado”.
– “Ah mas tirar 2 horas por semana pra estudar?…”

Até que… vem uma crise na empresa, uma mudança econômica, um filho, alguma nova necessidade ou até mesmo grandes oportunidades exigindo um maior preparo…  e nós que tinhamos oportunidades agora reclamamos da sorte.

Os cuidados para evitar os remédios.

Nós, por diferentes motivos como falta de planejamento ou de prioridade, acabamos nos sabotando, sabotando nosso sucesso ou nossa saúde.

Ainda pior que isso é que não queremos tirar o ego de lado pra reconhecer que nós faltamos, não pararmos pra analizar o que foi feito e o que deixou de ser feito para melhorar.

Veja, não há problema nenhum em você querer continuar onde está. Apenas não use desculpas, assuma que onde você está é onde você quer ficar e que essa é sua prioridade.

Ao invés de dizer que não tem tempo pra estudar, diga que prefere ver séries na TV.
Ao invés de dizer que não tem dinheiro para se aprimorar, diga que seu dinheiro está priorizado em outro lugar/coisa.
Ao invés de abraçar novos desafios na profissão “de graça” (pois são assim que as oportunidades se disfarçam também), diga que prefere continuar como está.

Seja honesto com você mesmo – afinal quando enganamos alguém, enganamos a nós mesmos – e pense: quais são as suas reais prioridades e objetivos e onde você está focando esforços?

Quando escolhemos o desenvolvimento contínuo – aceitando novos desafios, fazendo sem esperar em troca, aprendendo, estudando – nós estamos treinando, alimentando nossa mente com saúde, fortalecendo nossas habilidades.

O preparo constrói a confiança, a confiança constrói novas atitudes e novas atitudes trazem novos resultados.

A saúde da nossa carreira depende do que fazemos dia a dia, igualzinho à nossa saúde física. Não tem fórmula mágica.

E você, por onde você vai começar ou já começou?

Assumir a responsabilidade diária por uma vida profissional saudável nos faz sermos melhores.

Fale Comigo!

Oi! Como posso te ajudar?

Not readable? Change text. captcha txt
Não se distraia com isso | BlumerangueTVA disposição de realizar meus sonhos | BlumerangueTV